CERN - CAMPO EXPERIMENTAL RISOLETA NEVES

Acesso: Belo Horizonte - São João Del-Rei

Distância: 197 KM

 

 

 

  

 

 

Endereço: 

Avenida Visconde do Rio Preto, s/nº - Campus da UFSJ (CTAN)

São João Del-Rei - MG

CEP: 36301-360

 

Gerente

Antônio Fernando Bastos Nunes

 
E-mail:

cern@epamig.br

 

Horário de Funcionamento: 

07h às 11h - 12h às 16h

 

Telefone:

(32)3379-4983

 

Acesso: Belo Horizonte - São João Del-Rei

Distância: 197 KM

Localização Geográfica

LINHAS DE PESQUISA

Floricultura: Manejo de flores tropicais e ornamentais; manejo integrado de pragas e doenças.

 

Bovinocultura: Sistema de produção de rebanho de leite e corte (Gado F1).

 

Olericultura: Manejo de Hortaliças não-convencionais.

 

 

O Núcleo Tecnológico EPAMIG Floricultura Risoleta Neves, referência em pesquisas de produção de flores tropicais, ornamentais e rosas, é vinculado ao Campo Experimental Risoleta Neves.

 

SERVIÇOS
HISTÓRICO

O Campo Experimental Risoleta Neves (CERN), sediado em São João del-Rei no campus da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), foi criado em 2004. A FERN conta com uma área de vários hectares para desenvolver pesquisas com o objetivo de proporcionar o desenvolvimento tecnológico e econômico da microrregião dos Campos das Vertentes.

 

O Campo Experimental Risoleta Neves traz uma novidade em modelos de administração em relação às outras fazendas da EPAMIG. A criação de um comitê gestor, integrado pelo reitor da Universidade, pelo presidente da EPAMIG, pelo presidente da Associação dos Municípios dos Campos das Vertentes (Amver), pelo representante dos produtores rurais, por meio do Presidente do Sindicato Rural de SJDR, pelo gerente regional da Emater-MG e pelo Presidente da Associação Comercial e Industrial de São João Del Rei permite o funcionamento de maneira articulada, de forma a dar respostas adequadas às demandas tecnológicas da agropecuária na microrregião. O comitê também tem a função de deliberar sobre o plano anual dos trabalhos e das atividades desenvolvidas na Fazenda.

 

A unidade tem suas atividades nas áreas de bovinocultura de leite e de corte, produção de sementes, olericultura, fruticultura, cultivo de flores, e conservação de solos e meio ambiente. São também promovidas palestras e seminários destinados a produtores, técnicos, professores, estudantes, trabalhadores rurais e representantes municipais da região, com o objetivo de difundir e debater novas tecnologias agropecuárias.

 

No CERN foi criado um novo programa de pesquisa para atender à floricultura no estado e incentivar o setor na região. A tecnologia de produção de queijos finos desenvolvida no Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT), em Juiz de fora, será disponibilizada aos produtores de leite da região dos Campos das Vertentes.

Fotografias