A EMPRESA

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) foi constituída como empresa pública, pela Lei nº 6.310, de 8 de maio de 1974 (Minas Gerais, 1999) com a finalidade de desenvolver pesquisas e experimentações relacionadas direta e indiretamente com a agropecuária e com o objetivo de constituir-se no principal instrumento de execução das atividades de pesquisa agropecuária no Estado de Minas Gerais.


A demanda pela criação da EPAMIG surgiu do Programa Integrado de Pesquisas Agropecuárias do estado de Minas Gerais – PIPAEMG, criado em 3 de dezembro de  1971. O PIPAEMG foi a primeira iniciativa de coordenação e integração das instituições de pesquisa agropecuária do Estado e constituiu-se em  um dos pilares do Plano Mineiro de Desenvolvimento Econômico e Social.

Em 1973, a partir da base de integração realizada pelo PIPAEMG, foi criada  a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) e o Sistema Cooperativo de Pesquisa Agropecuária (SCPA).

 

Com fundamento nos resultados dos trabalhos do PIPAEMG, demandou-se uma base institucional sólida para cumprir o objetivo de organizar e coordenar a pesquisa agropecuária em Minas Gerais, decidindo-se pela criação Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais - EPAMIG. 

 

Em 8 de maio de 1974 a EPAMIG foi constituída como empresa pública (Lei nº 6.310) e mediante o convênio  celebrado entre o Governo do Estado, Ministério da Agricultura e Embrapa, a EPAMIG recebeu, em 06 de agosto de 1974, a atribuição de executar administrar e coordenar a pesquisa agropecuária no âmbito do estado de Minas Gerais.

 

Em  1976, com a consolidação do Sistema Estadual de Pesquisa Agropecuária (SEPA), envolvendo a EPAMIG, a Universidade Federal de Viçosa (UFV), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Escola Superior de Agricultura de Lavras (ESAL), hoje Universidade Federal de Lavras (UFLA), firmou-se a integração das ações de pesquisa em nível estadual, visando ao interesse de Minas e do país.